04 outubro 2009

testemunhos

Há dias a Rita apareceu lá na escola, para ver os amigos. Encontrámo-nos, e ela contou-me de como estava satisfeita com o novo curso de electrónica, a escola profissional onde agora faz o secundário.

Tinha sido minha aluna no ano anterior, numa turma de décimo. Sempre a achei dotada, criativa, ao princípio muito empenhada. Sempre lamentei a pouca confiança que tinha em si própria, a falta de estímulo, o desistir fácil.

Gostei de notar a mudança: a Rita está confiante, mais segura, sobretudo entusiasmada. Passa o dia na nova escola, não tem tempo nem para pintar, mas parece feliz, confiante no futuro.

E o que é que te faz gostar assim tanto dessa escola, Rita?, pergunto-lhe.
«Ah, tudo: é uma escola pequena onde todos se conhecem, as pessoas falam umas com as outras, não há gritarias nem lutas.
Temos aulas de 50 minutos (com toque de entrada e outro de tolerância), depois de cada aula um intervalo de 10 minutos. Assim não satura, ninguém adormece, dá-se mais atenção. Às vezes estamos todos entusiasmados com um trabalho, de repente toca, nem tínhamos dado conta de o tempo passar. Vamos para o intervalo, dá para descansar, depois voltamos, recomeçamos com mais vontade.
Ah! e não há substituições! Um professor falta e nós vamos à nossa vida .»

Nem mais: aulas de 50 minutos seguidas de um intervalo de 10. 2º toque, de tolerância. Um professor que falta e não é substituído. Tudo coisas que tínhamos também, e deixámos de ter..
melhorias? ..

desenho de M. Cesariny, '1ª lição'

3 comentários:

Cá ઇ‍ઉ disse...

Com aulas de 90 minutos e a possibilidade de substituiçoes, quem vai com sono para a escola, nem tem vontade de acordar. Uma escola pequena, onde todos se conhecem também ajuda :)

Pode ser que isto mude... (ou não)

Beijo, Carla

al disse...

"Uma escola pequena, onde todos se conhecem também ajuda :)" - bem verdade, quem tb o diz (e defende) é o Bill Gates, que tem vindo a levar - com êxito - essa experiência a cabo nos EUA (através do q creio ser uma sua fundação..)..

bjis

al disse...

agora .. a ideia das aulas de 90 minutos foi mesmo brilhante!! Já ñ me lembro qual foi o/a iluninado/a, mas ñ conheço quem lhe teça elogios!!

isso e as aulas de substituição, nos moldes em q as temos!! - mas dessa sei (sabemos, n'est-ce pas?..:-) a autoria, a fulgurante eficácia!!! :-))/ :(